CDDH lança campanha para doação de mudas de hortaliças

CDDH LANÇA CAMPANHA PARA ARRECADAÇÃO E DOAÇÃO DE MUDAS DE HORTALIÇAS

 

Desde março de 2020 o CDDH realiza uma campanha para arrecadação de donativos e doação de cestas básicas para famílias que foram severamente afetadas pela pandemia. Mas as cestas vão puras, somente com os não perecíveis. Nos últimos meses, a campanha vem arrecadando menos recursos e a demanda de famílias precisando de cestas está aumentando. Queremos, junto com as cestas, estimular que tenham hortelã ou capim cidreira se faltar pó de café.  Que tenham uma couve ou alface pra colorir o almoço. Estimular que pensem em alternativas alimentares e também fortalecer a necessidade do cuidado. Queremos iniciar quintais agroecológicos de acordo com o espaço e adesão de cada família.

 

Com a campanha a nossa intenção é recolher mudas de hortaliças e chás que não possuem efeito medicinal severo (hortelã, capim cidreira, capim limão) para tentar a construção de quintais agroecológicos com algumas das famílias.  Vamos levar as mudas, panfletos explicativos e verificar as condições destas famílias em manter o espaço de produção. Algumas poderão produzir em caixotes, pequenas áreas ou vasos. Então é uma proposta de cuidado com o ambiente, com a perspectiva de complemento da alimentação saudável e até da substituição (do pó de café por um chá em uma tarde com as crianças).

A proposta da doação é que queremos que as pessoas que receberem as plantas entendam que foram doadas com carinho, num processo de solidariedade, de troca. Temos muita gente perguntando sobre parcerias com secretarias e fundações, mas a ideia é que as famílias recebam algo que outra família mandou.... existe um ditado que diz que “planta doada é a que vinga”.

Não temos uma quantidade definida da necessidade de mudas ou de famílias porque não sabemos quantas famílias vão aderir, mas vamos levar junto das cestas básicas porque é uma coisa que vai auxiliar na questão da alimentação e nos dá abertura para conversar sobre o tema da produção caseira com a família. Não é questão de aproveitar a necessidade da família, mas, nestes momentos de entrega de cestas, falamos da prevenção da COVID, da necessidade de distanciamento, das questões de políticas públicas para as famílias procurarem e agora falaremos da importância de cultivar alguma forma de alimento que possa, na hora do aperto, ajudar na alimentação da família, além de ser carinho compartilhado.

Já iniciamos a preparação das caixinhas de leite e estamos contando com a doação de mudas, terra, caixinhas de leite, garrafas pet, vasos, e até da planta já pronta para a entrega sem necessidade de ser replantada. Uma de nossas voluntárias está reunindo caixotes de madeira para que famílias com pouco espaço possam produzir nestes caixotes. A ideia é construir o que for necessário para cada família, com a família e com os voluntários e doadores que sempre são solidários às propostas do CDDH.

 

09/03/2021